Estratégia do GP de Portugal e por que ele foi uma prova rara na F1

Há basicamente três tipos de corrida em pista seca na F1. Aquelas provas estratégicas, em que você tem de esperar até o final para ter alguma emoção. Aquelas provas (que andam raras na F1) em que o desgaste de pneus não é uma preocupação tão grande e os pilotos podem ter lutar mais francas até que as posições se acomodem respeitando o ritmo de cada carro. E as procissões em que nada disso acontece

Drops do GP do Bahrein: Precisão de Max e Lewis no Maranhão

Quem diria que o “engarrafamento” do Canal de Suez afetou até a Fórmula 1. Parte do equipamento é transportada por navio, e parte por via aérea. Basicamente, tudo o que é mais barato ter cinco “cópias” (já que são cinco carregamentos diferentes) do que enviar apenas uma por voos fretados pelo mundo, é transportada por…

Respeite o rei

Fechando a semana, escolhi o texto do Diogo Xavier, que inclusive tem um blog, o Fórmula 1 Sem Cortes. O Diogo é mestre em Engenharia Mecânica, de Santa Catarina, e empresta para a gente a lógica da engenharia para responder à pergunta: seria Lewis Hamilton o melhor de todos os tempos ou seus números vêm…